Soneto da Saudade – Hirasawa Riku

Distância...

Como um punhal que perfura o meu peito
Sinto arder profundo o meu coração
Sinto um pesar constante no meu seio
Algo que outros jamais entenderão

A isso eu não consigo ficar alheio
Porém eu acabo por ficar sem ação
E é um fogo bastante forte que ateio
Para forçar-te a me estender a mão

E ao encontrar-te novamente em meu olhar
Toda a dor some e eu me sinto mais leve
Como o pássaro voando em pleno ar

Como um gigante no chão que se ergue
Meu coração torna a bradar, pulsar
Mandar calor pra derreter a neve

————————————————————————————————————————————

Saudades… É um dos sentimentos mais presentes quando se há alguém querido. É independente de tempo, mas não se desvencilha da distância. É boa e ruim ao mesmo tempo e também traz a sensação de confirmação, afinal, ninguém sente falta de algo desimportante.

Sentir saudades é como dar um pedacinho do seu coração para uma pessoa e permitir que ela o carregue sempre. Assim, só se está completo na presença da presenteada… Isso se reflete no reencontro, tão feliz, tão vivo.

Sentir saudades é um pedacinho do amor que se sente por uma pessoa. É algo gostoso e que sem ele, os relacionamentos não seriam a mesma coisa. Saudades são saudades e se não existissem, acabariam deixando saudades…

Anúncios
Soneto da Saudade – Hirasawa Riku