O Poema

O poema é uma ferida aberta
Que insiste em não fechar
Que arde enquanto aperta
Que dói onde ele está

O poema é notícia incerta
Incerto ao ressoar
Desvia a moça quieta
Que o deixa para lá

O poema, sim, é um tijolo
Pesado e tão pequeno
Que cai no pé do tolo
Num dia não sereno

Anúncios
O Poema

Seja céu ou seja mar, você – Hirasawa Riku

Mesmo que eu fale de um rio, eu estarei pensando em você
Mesmo que eu fale de um rio, eu estarei pensando em você

Há poesias que falam do céu
Há poemas que já citam o mar
Há textos sobre um fogaréu
E sobre o que se imaginar

Há alguns previsíveis
E outros surpreendentes
Há uns incompreensíveis
E outros pertinentes

Meus versos podem até variar
Falar do céu, fogo ou do mar
Mas uma imagem permanece
E é uma imagem que me aquece

Não importa o que eu faça
É impossível esquecer
E não importa a fumaça
Sempre poderei ver

Nada me impedirá de ver
A pessoa que anima meus sonhos
Em quem meus sentimentos ponho
Você sabe que ela é você

—————————————————————————————-

Você não sai dos meus pensamentos!

Tenho que admitir que essa poesia ficou bem ruinzinha…

Seja céu ou seja mar, você – Hirasawa Riku

Um Conto de Amor – Hirasawa Riku

Eu fico te esperando
Pensando em teu olhar
Profundo como o mar
E belo como um canto

Eu fico imaginando
Seu rosto angelical
Levanta o meu astral
Me cobre com um manto

Eu fico recordando
O seu jeito de ser
Moldado por você
A quem estou amando

E fico aqui em pé
Que venha o que vier
E não importa o perigo
Eu estarei sempre, sempre
Caminhando contigo!

——————————————————

Me emociono só de pensar em tudo isso… Será amor?

Um Conto de Amor – Hirasawa Riku