Prantos Eternos – Hirasawa Riku

Estou diferente
Já hipnotizado
Estou atordoado
Pois foi de repente

Eu não sei o que houve
Será que me entende?
Se tu me compreendes
Então largue o podre

Os prantos eternos
Debaixo da chuva
Eu sou uma viúva
Vestida com terno

Por que este Champagne?
Se aqui há um velório
Um termo simplório
Manchado de sangue…

———————————————————————–

Essa é a tempestade que cai diariamente sobre minha vida, mas há alguém que é “calmaria em meio à tempestade” para mim, e, com sua ajuda, tenho vivido em paz…

Anúncios
Prantos Eternos – Hirasawa Riku

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s