Valsa Sombria – Hirasawa Riku

Por que você está aqui?
Sua presença só me enoja
Você está a me deprimir
Por que ainda não foi embora

Seu hálito cheira a vômito
O seu olhar é infernal
O seu lado bom é cômico
Diferencial, banal

Sua justiça é injusta
Sua coragem, covarde
Se tudo em você me frustra
A sua covardia aqui arde

A sua verdade é tão falsa
A sua luz é tão sombria
Sua vida é como uma valsa,
É toda interpretativa

E todo esse seu teatro
Pode se perpetuar
Mas por todos os seus atos
Você terá que pagar…

————————————————————–

Ninguém vai embora sem pagar… Ninguém faz algo sem sofrer conseqüências… Isso não é uma opção, espero que “você” saiba disso…

Anúncios
Valsa Sombria – Hirasawa Riku

3 comentários sobre “Valsa Sombria – Hirasawa Riku

  1. Gostei bastante do poema. Se de um lado faz uso de rimas pobres; de outro, o trabalho é enriquecido pela possibilidade várias ‘leituras’ (há pelo menos duas nesse texto). A primeira – e mais óbvia -, seria do ponto de vista romântico (talvez um amor traído); a segunda – bem mais importante -, tem conotação política, como desabafo de um povo a seus líderes. É isso aí amigo. Grande abraço, Poeta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s