O Menino que não chora – Hirasawa Riku

Lágrimas, lágrimas
Lástimas, lástimas
Páginas, páginas
Do livro que escrevi

Máquina fria
Sem choro morria
Poeta não dizia
O que sofri

É o céu, é o mar
É a gota a dispersar
É o poeta a pensar
Quando eu morri?

Cega tristeza
Indelicadeza
Tanta frieza
Eu já vivi

A poesia curta
Assim, enxuta
Sonora e muda
Foi o que eu vi…

————————————————

Há quem saiba o motivo exato deu ter escrito isso… Quem me conhece bem já ouviu essa frase: Eu me esqueci de como se chora.

Chorar não faz mais parte da minha vida, é um mito, ficou pra trás… Depois de tudo que passei, lágrimas já não tem sentido… Lágrimas são muito preciosas para serem derramadas…

Anúncios
O Menino que não chora – Hirasawa Riku

5 comentários sobre “O Menino que não chora – Hirasawa Riku

  1. Jefferson de Souza Gomes disse:

    Muito massa, você rima bem…
    A gente pode até não entender mas a rima dá a graça na poesia xD

  2. Ha-chan disse:

    Uhhhhh :3 gostei de todas!! XDD
    Percebi uma coisa no seu estilo ^^ versos frases curtas =D
    estrofes pequenas.. ^^ geralmente de 4 =x hahuahauh
    Adorei ^^~ ;*** (mas… Puz?? x.x” lol x-x odeio puz xp)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s